Constelação no trabalho

Constelação Sistêmica auxilia profissional a vencer impasses que desaceleram crescimento

Regina Silva, psicóloga e coach

Insatisfação com a carreira, baixo rendimento e estagnação. Estes são alguns dos efeitos colaterais trazidos pelo desconhecimento sobre os entraves que impedem profissionais de alcançarem os resultados desejados e crescerem no mercado de trabalho. Especializado em treinamento de pessoas para desenvolvimento de suas potencialidades, o espaço Gyraser (www.gyraser.com.br) promove a técnica da Constelação Sistêmica.

A capacitação consiste na análise das relações do indivíduo, bem como das esferas sociais em que está inserido, transitando entre família, amigos, profissão e casamento. “Esse processo permite que o constelador [especialista nessa técnica] guie o profissional ao longo de uma caminhada pelo inconsciente e o auxilie na identificação dos obstáculos que o furtam de seguir em frente”, explica Regina Silva, psicóloga, coach e idealizadora do Gyraser.

Em geral, o principal obstáculo está ligado à repetição do comportamento da família de origem. “Imaginemos um cenário em que alguém trabalha em excesso em busca de bons resultados e reconhecimento e se vê recebendo feedback negativo e/ou não se sente integrando à equipe. Isso pode estar ocorrendo por questões relacionadas aos antepassados, como a reprodução de um padrão de sacrifício, em que os pais sempre trabalharam muito para prover o sustento sem obter um retorno condizente com o esforço, por exemplo”, afirma Regina Silva.

A constelação permite que haja uma identificação do problema, sua aceitação e a libertação. A partir desse momento, o indivíduo poderá avançar em sua carreira ou até mesmo vislumbrar novas possibilidades de trabalho. “Os benefícios da Constelação Sistêmica se estendem não só aos impasses profissionais, mas também aos pessoais, de relacionamentos, de saúde e assim por diante”, lembra a coach.

Entre as modalidades da Constelação Sistêmica, estão: a grupal, na qual os integrantes representam pessoas do convívio do cliente; a de bonecos, para representar as figuras importantes; e a individual, que pode contar com a atuação de um ou mais consteladores. Dessa maneira, será possível enxergar a situação “de fora” e fazer uma análise mais precisa do caso, iniciando uma nova fase na consciência familiar e sistêmica e gerando uma mudança de padrão efetiva.

O Gyraser oferece, inclusive, o curso de Treinamento de Constelação Familiar Sistêmica para quem deseja buscar autoconhecimento ou utilizar o método para auxiliar seus próprios clientes – no caso de psicólogos, terapeutas, coaches e profissionais de saúde. O curso é desenvolvido ao longo de oito módulos, com uma aula presencial por mês, e as novas turmas terão início em outubro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *